Sexta, 03 de Dezembro de 2021
°

-

Polícia TRÁFIO INTERNACIONAL

Senad apreende em Pedro Juan 215 kg de cocaína que seriam enviados para a Europa

Apreensão ocorreu durante operação realizada em residência usada como entreposto

25/11/2021 às 07h16 Atualizada em 25/11/2021 às 11h32
Por: Redação
Compartilhe:
Agentes da Senad encontraram quantidade considerável de droga na casa
Agentes da Senad encontraram quantidade considerável de droga na casa
Tabletes possuem identificação
Tabletes possuem identificação

Agentes da Secretaria Nacional Antidrogas (Senad) apreenderam 215 quilos com 302 gramas de cocaína em busca de uma residência no bairro Mariscal Estigarribia. Os antidrogas presumem que o local era usado para o armazenamento temporário do medicamento para seu posterior embarque para o território brasileiro.

Agentes da regional 1 da Secretaria Nacional Antidrogas apreenderam nesta quarta-feira à noite 215 quilos com 302 gramas de cocaína em uma residência no bairro de Mariscal Estigarribia.

O relatório antidrogas mostra que um total de 430 embalagens pequenas foram encontradas, que presumivelmente seriam transportadas em compartimentos falsos para veículos e outras 92 grandes.

Fala-se em detenções, embora os nomes não tenham sido divulgados, embora os nomes do suposto responsável pela carga, um certo Huber Villasboa, que não se encontrava no local no momento da intervenção, mas já foi emitido um mandado de prisão contra ele.

Chamou a atenção a presença da própria ministra da Senad, Zully Rolón, que chegou acompanhada de seu diretor de comunicação, Francisco Ayala. Há versões não oficiais de que a Senad estava tratando de informações que teriam armazenado uma quantidade maior da droga no local e, portanto, o acerto seria muito maior.

Droga estava camuflada na residência usada como entreposto
                                                                    Droga estava camuflada na residência usada como entreposto

 

As embalagens foram identificadas com a logomarca de uma suposta instituição esportiva; “L&L Futebol Clube” e o nome “Ismael Montes / Est- 2021”.

Esses adesivos afixados nas embalagens, junto com os carimbos vazados gravados no próprio medicamento, representam "a marca" do clã da droga que processa, embala e movimenta os medicamentos, conforme divulgado pela Senad.

O procedimento, durante o qual foram encontrados três carregadores de armas de fogo e uma caixa de balas convencionais, foi conduzido pelo procurador Celso René Morales Fernández, responsável pela Unidade de Combate ao Tráfico de Drogas do Ministério Público da jurisdição de Amambay.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias