Quinta, 26 de Maio de 2022
°

-

Geral Mato Grosso do Sul

Banca de livros, papel de editoras e obra de cônsul paraguaio no Ler é Viver

A importância da cultura das bancas de livros, o papel de uma editora no processo de publicação de obras literárias e a reconstrução do Paraguai ap...

13/05/2022 às 13h00
Por: Redação Fonte: Assembleia Legislativa - MS
Compartilhe:
Na Banca Vinícius, localizada no centro de Campo Grande, informalidade é ponto-chave 
Na Banca Vinícius, localizada no centro de Campo Grande, informalidade é ponto-chave 

A importância da cultura das bancas de livros, o papel de uma editora no processo de publicação de obras literárias e a reconstrução do Paraguai após a guerra são destaques do próximo programa Ler é Viver, que entra neste sábado (14), às 8h, na grade da TV ALEMS. Nele, você conhecerá a Banca Vinícius, localizada no centro da capital, a Life Editora, uma das mais importantes empresas do ramo editorial do Estado, e ainda vai conferir entrevista com Ricardo Caballero, cônsul do Paraguai em Campo Grande, autor do livro ‘A segunda república paraguaia – 1869/1908’.   

Inaugurada em maio de 2010 por Judar Reis em homenagem ao filho, a Banca Vinícius é referencial para quem busca obras novas, seminovas, usadas e até relíquias que estão fora dos catálogos das grandes editoras. Está localizada na rua Cândido Mariano, quase esquina com a Rui Barbosa, região central de Campo Grande. 

O principal objetivo da banca é despertar o gosto pela leitura nos clientes, por meio da diversidade de títulos e autores. “Eu sou apaixonado por livros, tudo o que eu sei aprendi graças a eles. Por isso, adoro conversar com as pessoas a respeito deles. Aqui, o cliente encontra desde clássicos da literatura a coleções raras, como Rui Barbosa, Pontes de Miranda, entre outras”. 

A informalidade das bancas de livros é um dos principais atrativos para o aumento e fidelização da clientela. “Fui a primeira cliente da banca e frequento o local até hoje. Essa configuração de banca de feira é muito interessante, pois desperta a magia da leitura no público, principalmente o receoso em encarar um livro”, destaca a jornalista Herma Aafke. 

Na Banca Vinícius, os livros estão sempre organizados e plastificados para que não fiquem empoeirados, contudo o cliente pode abrir e folhear as obras à vontade. Encadernação e recuperação de obras antigas também são feitas no espaço, além de doações de publicações para instituições que procuram o local. 

Trabalhando há muito tempo no ramo literário, Judar, hoje com 52 anos, tem a missão de buscar relíquias para os clientes. “De vendedor de livros, acabei me transformando em consultor”, brinca. 

Editora 

Em entrevista realizada na Biblioteca Estadual Isaías Paim, o empresário Valter Jeronymo, editor-chefe da Life Editora, uma das mais importantes empresas do ramo editorial de Campo Grande e, consequentemente, de Mato Grosso do Sul, enfoca as principais missões de uma editora de livros. Fundada em 2008, a Life atualmente possui catálogo com mais de 800 títulos. 

Antes dessa época, Valter trabalhava numa multinacional do ramo editorial em São Paulo, sendo designado para vir a Campo Grande. “Aqui vi a necessidade de uma editora que atendesse às expectativas dos autores, uma vez que as produções daqui não tinham a qualidade das obras publicadas em editoras de grandes centros, daí decidi criar a Life e saí do meu emprego”, explica. 

As diferenças entre gráficas e editoras são esclarecidas por Valter e, segundo ele, “a missão de uma editora é, acima de tudo, considerar as metas do autor. No caso da Life, todas as fases de produção do livro são atendidas”. 

Paraguai 

Em entrevista gravada na Sala da Presidência da ALEMS, o cônsul do Paraguai em Campo Grande, Ricardo Caballero, fala sobre seu livro ‘‘A Segunda República Paraguaia – 1869/1908”, fruto de tese de mestrado apresentada em 1984 na Universidade Illinois, nos Estados Unidos. A edição corrigida e ampliada foi publicada em dezembro do ano passado. 

Fruto de 20 anos de estudos e pesquisas, o livro aborda a dolorosa reconstrução paraguaia após a Guerra do Paraguai, que teve início em 12 de outubro de 1864 e terminou em 1º de março de 1870. Curiosidades, como o desinteresse de José Gaspar Rodriguez Francia, o primeiro governante do Paraguai, em construir uma república, assim como ideologias do nazismo e marxismo presentes no país por meio de alemães instalados em Nueva Germania e australianos em Colonia Cosme no fim do século 19, muitas décadas antes de Hitler e Lenin, são destacadas na obra. 

Ler é Viver 

A literatura é uma arte que enriquece a cultura e transforma vidas, além de levar o leitor a viajar por diversos universos. Valorizar a leitura e divulgar ações que dignificam a arte literária são os principais objetivos do programa Ler é Viver, produzido e apresentado pelo jornalista João Humberto. O programa pode ser conferido na TV ALEMS canal 9 da Claro NET TV, nas terças às 13h30, sextas às 20h45 e sábados às 8h, no YouTube da Assembleia MS ou no site oficial da Casa de Leis. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
- Atualizado às 20h00 - Fonte: ClimaTempo
°

Mín. ° Máx. °

Sex °C °C
Sáb °C °C
Dom °C °C
Seg °C °C
Ter °C °C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Ele1 - Criar site de notícias